Depois de todas as polémicas e da pressão que sentiu no funeral de Philip, Harry conversou durante duas horas com o pai Charles e o irmão William no sábado, de acordo com o The Sun.

Os três sentaram-se a falaram longe do olhar do público após o funeral do príncipe Philip no Castelo de Windsor e há agora a hipótese de Harry esperar até quarta-feira - o aniversário da rainha Isabel II - para deixar o Reino Unido. Alguma imprensa britânica avança que o duque de Sussex regressa ainda hoje aos EUA.

Uma fonte disse ao The Sun: "Ainda é cedo, mas era esta exatamente a primeira etapa que Philip teria desejado," referindo-se à conversa, depois de Harry dizer que o pai e o irmão estavam presos a um sistema.

“Não se sabe o que foi dito a portas fechadas e quando as câmaras foram desligadas, mas é impossível pensar que Megxit e Oprah não surgiram", descreve a mesma fonte ao The Sun. "Harry e William pareciam cordiais em frente às câmaras e isso pareceu abrir o caminho para Charles se juntar a eles quando todos tivessem partido."

Apesar das paz aparente com o pai e o irmão, ontem, vários meios de comunicação relataram que Harry foi recebido de uma forma fria por outros membros da realeza no funeral. De acordo com o Mail on Sunday, a princesa Anne, o príncipe Edward e sua mulher Sophie, a condessa de Wessex, não o cumprimentaram antes ou durante o serviço religioso no Castelo de Windsor.

 

Siga-nos na sua rede favorita.