Donald Trump nunca escondeu o seu apreço pela cadeia de fast-food Mcdonald’s. Como o seu antigo guarda-costas revelou ao jornal Daily Mail, em 2008 estavam na Escócia e Trump quis parar no restaurante e não tinha dinheiro britânico, então pediu emprestado a McKay. Tinham ido visitar um dos seus campos de golfe e o empresário, na altura estrela do programa 'O Aprendiz', estava longe de se candidatar à presidência dos EUA.

Pediram 20 cheeseburgers e batatas fritas e cerca de 10 a 15 Coca-Colas, que ficaram no valor de 110 euros. Trump comeu o seu favorito, dois cheeseburgers, batatas fritas e uma Coca-Cola.

O problema é que McKay foi despedido em 2012 e continua até hoje sem receber os 110 euros que Donald lhe deve. O guarda-costas contou ao Daily Mail que foi adiando pedir o dinheiro, mas que Trump também não se pronunciou mais em relação a isso. McKay disse ainda que 110 euros lhe faziam diferença porque ganhava 2,300 euros por mês quando trabalhava para o agora ex-presidente dos EUA.

Siga-nos na sua rede favorita.