Embora o papel de primeira-dama esteja sempre a evoluir, algumas regras e costumes ainda se seguem. Veja quais.

Mudança para a Casa Branca

Depois de uma nova eleição, a primeira-dama mostra a casa e algumas regras à nova primeira-dama.

Antes do ‘Dia da Inauguração’ de um novo presidente, a família dorme numa casa histórica na Blair House, perto da Casa Branca.

Têm apenas 12 horas para se mudarem totalmente para a Casa Branca. É um processo rápido – no ‘Dia da Inauguração’ a família só pode começar a mudança ao meio-dia e tem 12 horas para a efetuar.

Decoração da casa

Apesar de a Casa Branca passar a ser a sua casa, apenas podem decorar uma parte dela, porque algumas divisões são históricas e pertencem ao povo norte-americano.

Para mudarem espaços comuns da Casa Branca têm de pedir autorização à Comissão de Preservação da Casa Branca.

Podem escolher um designer de interiores para ajudar com a decoração das partes autorizadas. A família Trump trabalhou com Tham Kannalikham, e os Obamas com Michael S. Smith.

A primeira-dama escolhe a disposição da loiça chinesa usada na Casa Branca.

Não podem abrir janelas na Casa Branca, por motivos de segurança. Michelle Obama revelou este aspeto numa entrevista com Oprah Winfrey.

Eventos e festividades

Espera-se que a primeira-dama escolha o tema para a árvore de Natal da Casa Branca, foi Jackie-O que iniciou essa tradição em 1961.

Também é esperado que primeiras-damas organizem os jantares estatais – como organização dos lugares, decoração e entretenimento.

Na Páscoa, a primeira-dama organiza a chamada “White House Easter Egg Roll”, que passa por atividades, jogos e entretenimento.

Também organizam um tributo ao Hanucá, uma celebração judaica que é equivalente ao Natal cristão.

Presentes

Não podem aceitar prendas oferecidas por governos estrangeiros, ou seja, as prendas são para os Estados Unidos da América, e não para o presidente e a primeira-dama, logo, são entregues à agência de Arquivos Nacionais e Administração de Documentos.

No entanto, podem aceitar prendas se forem oferecidas por alguém que não um membro de um governo estrageiro. Se aceitarem algum presente, têm de declarar num relatório anual e pagar impostos federais sob o valor do presente que guardam. No entanto, se forem alimentos, bebidas, artigos inflamáveis ou artigos para a pele como loções ou colónias têm de ser destruídos para proteger a família da Casa Branca.

Podem aceitar peças de designer, mas só pode ser usado uma vez, depois tem de ser doado.

Regras do seu ‘cargo’

Tal como outra pessoa qualquer, a primeira-dama paga pelas suas próprias coisas, como roupa, comida e outros, e não são pagas pelo seu serviço na Casa Branca.

Como figuras públicas, todos os seus comportamentos e vestuário estão sob constante crítica, e podem ser criticadas muitas vezes pelas suas escolhas de roupa.

Não são autorizadas a conduzir.

Têm o direito de ser protegidas pelos Serviços Secretos Americanos, para a vida, tal como ex-presidentes. No entanto, se antigas primeiras-damas se divorciarem e voltarem a casar, deixam de ter esse direito.

Ao contrário de um presidente que ainda esteja a exercer o cargo, uma primeira-dama pode recusar proteção dos Serviços Secretos, bem como os seus filhos, se forem de idade adulta.

Estas podem influenciar o presidente com certas escolhas de staff da Casa Branca.

São autorizadas a ter trabalho fora da Casa Branca.

Podem trabalhar para o seu marido, o presidente, em cargos administrativos.

Normalmente, o papel de primeira-dama é dado à mulher do presidente, no entanto, não é uma regra. Se o presidente for solteiro, pode ser dado a uma amiga ou familiar.

É esperado que escolham uma causa social para defender.

A primeira-dama não precisa de viver na Casa Branca.

Podem ter contas nas redes sociais, tal como o presidente.

Siga-nos na sua rede favorita.